Reflexões

EuroDisney: meritocracia precisa-se!

Conforme prometido, cá estou eu de regresso da antiga EuroDisney, entretanto rebaptizada de Disneyland Paris, para vos contar as peripécias vividas e as conclusões tiradas. Antes de mais importa referir que os meus miúdos se divertiram imenso, pelo que se pode considerar que a viagem só por isso valeu a pena. Mas também valeu por… Continue reading EuroDisney: meritocracia precisa-se!

Reflexões

Meritocracia vs. Mediocracia

Surge este post da leitura de um excelente artido do Peter Bregman no blog da Harvard Business Publishing, intitulado “Stop Worrying about Your Weaknesses”. Neste artigo, o autor expõe de forma brilhante o tremendo paradoxo que é criado em muitas organizações que tentam implementar modelos meritocráticos. A esse paradoxo chamei mediocracia. Que os modelos meritocráticos… Continue reading Meritocracia vs. Mediocracia

Reflexões

Meritocracia: vícios e virtudes

Hoje volto a escrever a propósito do meu amigo David Veloso, que postou no seu blog uma reflexão extremamente pertinente e acutilante, sob o título de “A arbitrariedade dos sistemas de avaliação de desempenho“. O David conseguiu sintetizar no seu post aquilo que são as principais perguntas difíceis sobre a avaliação do desempenho, questionando os fundamentos da meritocracia,… Continue reading Meritocracia: vícios e virtudes

Reflexões, Trends

Folclore vs. Prática… ou a “gamificação” do mérito

Surge este post da leitura de um interessantíssimo artigo da HBR Working Knowledge, chamado “How to Demotivate Your Best Employees“. Este artigo aborda a prática dos chamados prémios de mérito, cujo exemplo mais conhecido é o “Empregado do Mês”. Este tipo de iniciativas são desenvolvidas nas organizações com o propósito de estimular o mérito, de… Continue reading Folclore vs. Prática… ou a “gamificação” do mérito

Reflexões, Trends

O Valor das Pessoas

Surge este post devido a um estudo muito interessante que surgiu no passado mês de Julho, feito pelo Boston Consulting Group, intitulado From Capability to Profitability: Realizing the Value of People Management. A BCG, em parceria com a World Federation of People Management Association (WFPMA), entrevistou 4.288 executivos em 102 países sobre a capacidade das suas… Continue reading O Valor das Pessoas

Reflexões, Trends

Crise: oportunidade para os talentos

Tive oportunidade de reler há uns dias um artigo da McKinsey chamado “Upgrading Talent”. Este artigo, escrito em Dezembro de 2008, permanece actual e só comprova como a McKinsey desde cedo apontou o caminho e liderou a reacção à crise ao nível da gestão do talento. Neste artigo, a ideia de força é a de… Continue reading Crise: oportunidade para os talentos

Reflexões

Management Fashion: que Steve Jobs nos inspire…

Surge este post de uma pequena provocação do meu amigo David Veloso, que me mandou um brilhante post por ele escrito no seu blog Notas e Pensamentos, cujo título é “O custo da inoperância“. Este é um post extremamente bem escrito, que nos cai em cima como um balde de água fria. Fria de realidade,… Continue reading Management Fashion: que Steve Jobs nos inspire…

Reflexões

Alinhamento: diversidade vs. clonagem

Ainda a propósito dos meus últimos post’s, não resisti a partilhar convosco o excelente artigo do Rui Grilo, publicado no Diário Económico no passado dia 11, sob o título Contrariar o “bom-senso”. O Rui, neste artigo, explica de forma magistral como uma visão limitada da gestão pode destruir valor e reduzir a vantagem competitiva, através… Continue reading Alinhamento: diversidade vs. clonagem

Recomendações, Reflexões

Distribuição forçada: o disparate estatístico

Ainda a propósito do meu último post sobre meritocracia, ocorreu-me discorrer sobre o fenómeno da distribuição forçada, a propósito de um excelente post do Juan Carrión, intitulado “Las “Cartillas de Racionamiento” del Desempeño“. Nesta excelente peça de reflexão, o Juan critica de forma brilhante essa tendência idiota para forçar os resultados da avaliação de desempenho nas organizações,… Continue reading Distribuição forçada: o disparate estatístico